A Educação Especial

Educação Especial         Altas Habilidades/Superdotação         Autismo        Deficiência Auditiva         Deficiência Física         Deficiência Intelectual         Deficiência Visua         

Dupla Excepcionalidade O que é?

Aline Crociari      terça-feira, 5 de junho de 2018

Compartilhe esta página com seus amigos

Dupla excepcionalidade significa mais de uma excepcionalidade presente em uma mesma pessoa.

Como assim?

Calma! Vou explicar!

Em outras palavras, podemos dizer que a Dupla Excepcionalidade seria quando a Superdotação vem acompanhada de outras condições que podem limitar o desenvolvimento das habilidades acadêmicas das crianças como, por exemplo: Transtorno do Espectro Autista, Transtorno Déficit de Atenção com Hiperatividade ou qualquer outro distúrbio de aprendizagem: dislexia, disgra fia, discalculia, disortografia...

Quando falamos em Altas Habilidades/Superdotação é comum compararmos essas crianças com pequenos gênios” dotados de um saber sobrenatural.

Porém devemos resgatar aqui o conceito de Altas Habilidades/Superdotação que se define como um alto desempenho ou uma elevada potencialidade, apresentada por determinadas  crianças  em qualquer um dos seguintes aspectos, isolados ou combinados: aptidão acadêmica específica, capacidade de liderança, talento especial para as artes, capacidade psicomotora e capacidade intelectual geral.

Quer saber mais sobre Altas Habilidades/Superdotação clique no link:http://aeducacaoespecial.com.br/altas-habilidades-superdotacao-o-que-e+107346

Muitas vezes temos uma ideia errônea de que crianças Superdotadas “sabem tudo”, são boas em tudo, são perfeitas, maduras. Mas na verdade, não é bem assim, elas apresentam uma elevada potencialidade em determinadas áreas de domínio.

Sendo assim, é possível que uma criança superdotada apresente dificuldades de aprendizagem e possua comprometimento em seu desenvolvimento emocional, comportamental e físico, por conta de outras condições que ela possa também apresentar.

Na verdade para se compreender a Dupla Excepcionalidade é necessário considerar que as pessoas podem ter mais de uma condição simultaneamente e que todas essas condições necessitam de uma atenção específica.

O que fazer?

Caso a criança passe a apresentar em ambientes diferenciados aos quais frequenta, dificuldades em sua aprendizagem, em seu desenvolvimento ou comportamento faz-se necessário uma avaliação criteriosa, realizado por uma equipe multidisciplinar para identificar a Dupla Excepcionalidade.

As orientações iniciais podem ser realizadas por um neuropsicólogo que por meio de sua avaliação, buscará averiguar o potencial cognitivo e a existência ou não de questões emocionais que possam estar afetando a aprendizagem.

Caso este profissional identifique a presença de determinadas dificuldades, ele poderá fazer um encaminhamento para outros profissionais, dentre os quais, neuropediatra, psiquiatra, neurologista, oftalmologista, fonoaudiólogo; enfim, profissionais que possam estar dificultando um desenvolvimento satisfatório e positivo da criança.

Portanto, mesmo que a criança seja extremamente inteligente é necessário ficar atento em seu desenvolvimento como um todo para que sua aprendizagem seja satisfatória e efetiva.

Imagem mostra uma criança com vários desenhos e lápis coloridos sobre a mesa

Você gostou deste artigo? Então, não esqueça de deixar seu comentário! Sua opinião é muito importante!

Comentários

Educação Especial
Educação Especial é o foco. Aline Crociari é Pedagoga Habilitada em Deficiência Intelectual, Especialista em Educação e Reabilitação de Surdos, Psicopedagoga Institucional.
Mestre em Educação Escolar, há mais de 15 anos trabalhando ,com Educação Especial, cria o site  "A Educação Especial" buscando disseminar conhecimentos sobre o tema, sempre em perspectiva inclusiva.

 

Alavancagem Da Superação

Apenas Para Professores Que:

- Gostam De Sua Disciplina;

- Entendem A Internet Como Novas Possibilidades;

- Queiram Unir Conhecimento Com Tecnologia e

- Superar A Crise.

(Mesmo Que Não Saiba Nada De Internet);

Quer saber mais? Clique Aqui!