A Educação Especial

Educação Especial         Altas Habilidades/Superdotação         Autismo        Deficiência Auditiva         Deficiência Física         Deficiência Intelectual         Deficiência Visua         

Libras

Aline Crociari      sexta-feira, 1 de junho de 2018

Compartilhe esta página com seus amigos

Libras - Você sabe o que é?

Libras é a Língua Brasileira de Sinais, reconhecida como meio legal de comunicação e expressão a partir da Lei nº 10.436 de 24 de abril de 2002.

Conheça mais sobre a Lei 10.436 de 24 abril de 2002, que dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais, acessando o limk em nosso site: http://aeducacaoespecial.com.br/fique-por-dentro-legislacao

De acordo com esta lei a Libras é considerada uma forma de comunicação e expressão que possui um sistema linguístico de natureza visual motora, com gramática própria.

As línguas de sinais, assim como as línguas faladas não são universais e cada uma delas possui estrutura gramatical própria, além de varações regionais dentro do próprio país que a utiliza. Portanto, podemos dizer que a Libras é utilizada pelas pessoas surdas que vivem no Brasil.

Nas línguas orais temos as palavras e, nas línguas de sinais, temos os sinais. Estes, não podem ser chamados de gestos ou mímicas, pois não possuem essas características.

Para a elaboração de um sinal na Libras, é necessário considerar cinco parâmetros:

- Ponto de Articulação: lugar onde incide a mão configurada para a elaboração de um sinal. O Ponto de Articulação pode ser em alguma parte do corpo, realizado em um espaço ao lado do corpo ou a frente do corpo;

-Configuração de Mãos: é as formas que as mãos são colocadas para a elaboração de um sinal, mão direita para os destros e mãos esquerda para os canhotos. Alguns sinais podem ser executados com as duas mãos;

- Expressão Facial e/ou Corporal: expressões faciais são as feições feitas pelo rosto para dar entendimento ao sinal. Muitos sinais necessitam de um complemento facial ou corporal para que sejam efetivamente compreendidos;

- Movimento: deslocamento das mãos para a elaboração de um sinal. Alguns sinais possuem movimentos e outros não e

- Orientação/Direcionalidade: direção que as mãos tomam na execução de um sinal.

Para que um sinal seja executado corretamente sem distorcer a comunicação com as pessoas surdas é necessário se atentar para cada um desses parâmetros descritos acima.

CONHEÇA a Libras para fazer a DIFERENÇA!

O conteúdo utilizado para elaborar este artigo foi retirado do livro:

HONORA, M; FRIZANCO, M, L, E. Livro Ilustrado de Língua Brasileira de Sinais – Desvendando a comunicação usada pelas pessoas com surdez. São Paulo: Ciranda Cultural, 2009.

Libras é Língua Brasileira de Sinais

Você gostou deste artigo? Então, não se esqueça de deixar seu comentário! Sua opinião é muito importante!

 

 

 

Comentários

Educação Especial
Educação Especial é o foco. Aline Crociari é Pedagoga Habilitada em Deficiência Intelectual, Especialista em Educação e Reabilitação de Surdos, Psicopedagoga Institucional.
Mestre em Educação Escolar, há mais de 15 anos trabalhando ,com Educação Especial, cria o site  "A Educação Especial" buscando disseminar conhecimentos sobre o tema, sempre em perspectiva inclusiva.

 

Alavancagem Da Superação

Apenas Para Professores Que:

- Gostam De Sua Disciplina;

- Entendem A Internet Como Novas Possibilidades;

- Queiram Unir Conhecimento Com Tecnologia e

- Superar A Crise.

(Mesmo Que Não Saiba Nada De Internet);

Quer saber mais? Clique Aqui!